Últimas Noticias

  • 26/10 - Por que Investir em uma Franquia?

     

     

     

    Nos últimos dois anos a palavra mais usada pela maioria das pessoas é CRISE. E, faz todo sentido pois o país foi assolado por uma de suas maiores crises política e econômica da história que acabou por repercutir diretamente no Varejo, um dos principais indicadores e medidores de recessão ou de contração, ou seja, a economia sofre uma contração, pisa no freio, diminui a produção, investimento fica mais caro e o consumidor também perde o apetite de comprar.

    Todavia, e contradizendo todas as expectativas mercadológicas, diga-se de passagem muito negativas, o Franchising foi o único setor do Varejo que apresentou crescimento de 8,3% (oito vírgula três pontos percentuais) no último ano (período de agosto/2015 a agosto/2016), conforme dados da ABF - Associação Brasileira de Franchising, entidade que regulamenta as franquias no Brasil.

    O número de crescimento apresentado pelo setor não deve ser considerado sorte ou resultado de estratégias mirabolantes ou inovadoras. Ao contrário disso, o Franchising brasileiro vem apresentando um constante amadurecimento do setor, assim como muita solidez das marcas franqueadas - situação que não poderia ser afirmada com tanta precisão há dez anos, quando o referido modelo de negócio estava em constante processo de aperfeiçoamento de técnicas operacionais, organização do Marketing específico para uma rede de franquias e conhecimento técnico/legal para julgar as demandas judiciais de franquias.

    Toda essa evolução e amadurecimento do setor, faz com que investir em uma franquia no Brasil, apesar da crise e das expectativas negativas para o varejo nacional, ainda seja a iniciativa mais segura de investimento.

    O que diferencia uma franquia de marcas autônomas é exatamente a estrutura proposta pela Marca Franqueadora que, através de sua trajetória no mercado de atuação a que se predispõe, desenvolve know-how (experiência e técnicas operacionais), marketing cooperado com ênfase no institucional da Marca que gera maior visibilidade, logística e suporte administrativo e comercial.  

    Atualmente é possível afirmar que grande parte, senão a maioria das Franqueadoras, mantém planejamentos estratégicos a longo prazo, considerando inclusive algumas variáveis do cenário econômico, a fim de serem mais precisas em suas estratégias mercadológicas, visando com isso um mínimo de segurança necessária para quem opera e explora o modelo de negócio sob bandeira da franquia. Parece pouco, mas é exatamente este o maior patrimônio de uma Marca Franqueadora, ou seja, o compilado de processos operacionais, gestão inteligente de estoques, volume de aquisições em rede (compras cooperadas) e a marca em evidência em meio à crise.

    Assim sendo, minimizar os riscos de investimento na aquisição de uma franquia através da segurança econômica e financeira intrínseco do sistema de franquias, conjuntamente com as estratégias de divulgação que visam a massificação dos conceitos de um produto ou serviço, resultando na lembrança da marca, foi determinante para a afirmação de que o Franchising superou a crise.

    Leia mais...
  • 29/10/2016 - Ação do Agarre o que Puder

    No ultimo dia 29/10 aconteceu em todas as lojas DiCid a Ação do Agarre o que puder. Foi um sucesso as crianças tiveram 30 segundos para agarrar todos os doces que quisessem na loja.

    GANHADORES:

    Eliandra C. Magri - DiCid General Carneiro

    Sonia de Almeida - DiCid Wanel Ville

    Silvana Z. C. Sanches - DiCid Ipanema

    André Yoshizaki Dini - DiCid Santa Rosália

    João Pedro Camargo - DiCid Vila Hortência

    Maria Inês G. Senger - DiCid Votorantim

    Sueli Ap. Cavana - DiCid Itu

     

    Confira o video da ação em nossa Fan Page: https://www.facebook.com/diciddoces/videos/

     

    Leia mais...